quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Lula entrou pobre num Brasil rico, e saiu rico de um Brasil pobre”, diz advogado acreano



Gladson continua chamego
Vi o senador Gladson Cameli (PP) andando pelas ruas esses dias. Continua sendo o chamego da população, pela reação das pessoas.
Falou grosso
Achar que o deputado Léo Brito, ou Léo do PT, virou oposição, virou independente, é exagero, mas que ele se posicionou como as pessoas querem, isso sim, ao afirmar hoje cedo, no Bom dia Brasil, da Globo, que não participará de acordos para salvar Eduardo Cunha, ou mesmo a presidente Dilma.
Levou um carão
Vale lembrar que ontem Léo do PT levou um carão do senador Jorge Viana (PT), por ter saído de Brasília para não participar do “acordão” para salvar Cunha e Dilma.
Marina caiu do muro
Agora a ex-ministra Marina Silva quase desenhou de que lado estar ao afirmar que o “PT blinda Cunha para evitar cassação de Dilma”.
Violência
Marcio Bittar (PSDB) informou ontem que visitou o governador de São Paulo, Geraldo Alckmim (PSDB), que conseguiu diminuir para nove mortos em cada cem mil habitantes a violência em seu Estado. O Acre teria o dobro.
Quem é o cantor?
Carlos Portela, ou Carlinhos da Saúde (PSDB), é o nome do cantor. Nas horas vagas ele é prefeito de Porto Acre, onde administra com canta: bem.
Ocaso da esquerda
Essa notícia segundo a qual o PT vai organizar ônibus para levar militantes a receber Lula no aeroporto é a cara do ocaso da esquerda. Com um adendo: se Lula sempre levou surras históricas por aqui, nas urnas, quando a sigla PT era uma divindade, agora ninguém sabe nem prevê o que pode acontecer nas eleições.
Sanderson Moura
Podemos dizer de Lula o que foi dito a respeito de um corrupto da Roma Antiga:
“Lula entrou pobre num Brasil rico, e saiu rico de um Brasil pobre”.
Postado pelo advogado Sanderson Moura, no Facebook.
Como ganhar a prefeitura
De um experiente político do Acre, hoje ligado à Frente Popular, dando orientação sobre como ganhar do prefeito Marcus Alexandre (PT), ano que vem: “Basta levantar as seis da manhã e sair dizendo pela cidade: Marcus é do PT, Marcus é do PT, Marcus é do PT…”.
Briga política
Nem mesmo na Ufac acontece disputas tão intensas pela reitoria, quanto no Ifac, onde grupos políticos estão se engalfinhando pelo cargo.
Disputa pesada
Além de Reitor, há outra disputa forte, dentro do Ifac, para o cargo de diretor. E tem um nome favorito: professor Wemerson Fittipaldy.
Passagem de graça
Doentes de Hepatite C agora vão trafegar pelos municípios do Acre de graça, nos ônibus regulares. Briga do deputado Heitor Júnior (PDT).
Padrinho forte
Elias Macedo é o nome do candidato a vereador do PSD que pode destronar, inclusive, a vereadora Lene, irmã do senador Sérgio Petecão. Elias nasceu de brussos para a lua, uma vez que é afilhado de ninguém menos que o pastor Pedro Abreu e seu genro, o deputado estadual Jairo Carvalho.
Título ao Petecão
Em dezembro o senador Sérgio Petecão (PSD) recebe o título de Cidadão Guiomarense. Ideia do vereador Maneim (ex-PT).
 
Cidadão Bocacrense
No próximo sábado o novo presidente nacional do Basa, Marivaldo Melo, recebe título de cidadão Bocacrense.
Perda de tempo
Tipo de manchete de jornal que não edifica: Binho Marques vai ter que se explicar para o TCE. Quantos políticos o TCE já condenou e quantos foram para a cadeia ou tiveram que devolver dinheiro?

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...