terça-feira, 21 de abril de 2015

As principais teorias de conspiração


 


Essa lista de teorias da conspiração é um conjunto de teorias não provadas mais populares relacionadas, mas não limitadas, a planos de governo clandestinos, tramas de assassinatos elaborados, supressão de tecnologia e conhecimento secretos, e outros esquemas supostamente por trás certos eventos políticos, culturais e históricos.

Uma conspiração é definida por lei, como um acordo por duas ou mais pessoas para cometer um crime, fraude ou outro ato doloso. Embora em sentido estrito uma teoria da conspiração é uma teoria sobre uma conspiração, o termo geralmente se refere a uma teoria que atribui a causa final de um evento ou uma cadeia de eventos (geralmente políticos, sociais, culturais ou históricos), ou a ocultação de tais causas de conhecimento público, a um plano secreto e muitas vezes enganoso por uma conspiração de poderosos ou a pessoas influentes ou organizações. O grau em que essas várias teorias são abraçadas pelos principais historiadores variam de caso para caso.

Teorias conspiratórias são, portanto, uma teoria que supõe que um grupo de conspiradores está envolvido num plano e suprimiu a maior parte das provas desse mesmo plano e do seu envolvimento nele. O plano pode ser qualquer coisa, desde a manipulação de governos, economias ou sistemas legais até a ocultação de informações científicas importantes ou assassinato. Uma teoria da conspiração é precisamente o contrário de uma teoria científica, já que não pode ser refutada: as provas que endossariam as teorias são utilizadas pelos seus defensores para provar que os conspiradores são tão perfeitos a ponto de poder camuflá-las. Conspirações históricas comprovadas não são discutidas neste artigo.

Nova Ordem Mundial

 

 

 A Nova Ordem Mundial é uma teoria da conspiração que afirma a existência de um suposto plano projetado para impor um governo único - coletivista, burocrático e controlado por setores elitistas e plutocráticos, etc - em nível mundial. A teoria defende que tanto os eventos que são percebidos como significativos como os grupos que os provocam estariam sob controle de um grupo poderoso, - um grupo pequeno, sigiloso e com grande poder - com objetivos maléficos para a maioria da população.

Essa teoria conspiratória afirma que um pequeno grupo internacional de elites controla e manipula os governos, a indústria e os meios de comunicação em todo o mundo. A principal ferramenta que eles usam para dominar as nações são as sociedades secretas e o sistema de banco central. São apontados como financiadores e provocadores da maior parte das guerras dos últimos 200 anos, principalmente através da realização de operação de bandeira falsa para manipular a opinião pública em apoiá-los, e eles têm controle sobre a economia mundial, provocando deliberadamente a inflação e depressões em seu próprio benefício. As sociedades secretas que trabalham para a Nova Ordem Mundial seriam colocadas em posições-chave no governo, nos meios de comunicações e na indústria. As pessoas por trás da Nova Ordem Mundial seriam banqueiros internacionais, especialmente os proprietários dos bancos centrais controlados por interesses privados como a Reserva Federal dos EUA, Banco da Inglaterra, Banco Central Europeu e outros bancos centrais. A Nova Ordem Mundial também teria criado organizações supranacionais como a Council on Foreign Relations, Comissão Trilateral, Clube de Bilderberg, União Europeia, as Nações Unidas, o Comunismo Internacional, o Banco Mundial, o Fundo Monetário Internacional e com a proposta de União Norte Americana. O termo Nova Ordem Mundial ganhou popularidade após ter sido utilizado pela primeira vez no início da década de 1990 pelo presidente George H. W. Bush, quando este se referiu ao "sonho de uma Nova Ordem Mundial" em seu discurso ao Congresso dos Estados Unidos realizado em 11 de setembro de 1990, onze anos antes dos ataques terroristas contra o World Trade Center e contra o Pentágono, em 11 de setembro de 2001.

Esse conceito de "governo sombra" existe desde antes de 1990 e se iniciou com os mesmos grupos de pessoas que, entre outras coisas, criaram o Federal Reserve Act (1913), apoiaram a Revolução Bolchevique (1917) e financiaram a ascensão do Partido Nazista na Alemanha, a fim de criar um governo mundial centralizado em sua própria agenda.4 O Banco Mundial e os bancos centrais nacionais são acusados de serem os instrumentos da Nova Ordem Mundial. As guerras geram enormes lucros para os bancos centrais e a indústria de armamento, porque as despesas públicas (ou seja, empréstimos a juros a partir dos bancos centrais controlados por eles) aumentam drasticamente em tempos de guerra, aumentando as dívidas (dependência) do governo com eles, além do que seria também uma forma eficaz de reduzir a população mundial. Na medicina, a supressão de curas de doenças tem como objetivo reduzir a longevidade da população e cortar os custos com a previdência social, além de aumentar os lucros das empresas farmacêuticas. Os grupos terroristas seriam ferramentas usados por eles para disseminar o medo na população, uma desculpa para reduzir os direitos civis e impor um governo fascista.



Illuminati

 

 A Ordem dos Illuminati foi uma sociedade secreta iluminista, fundada em 1º de maio de 1776, em Ingolstadt (Alta Baviera), por Adam Weishaupt. Em 1785, a ordem foi reprimida e perseguida pelo governo da Baviera por supostamente tramar a derrubada da monarquia e das religiões de muitos países europeus.

Desde o final do século XVIII até meados do século XX, muitos teóricos de conspiração especulam que os Illuminati sobreviveram à sua supressão e se tornaram o cérebro por trás de grandes eventos históricos como a Revolução Americana, a Revolução Francesa, e a Revolução Russa, levando a cabo um plano secreto para subverter as monarquias da Europa e a religião Cristã visando a formação de uma Nova Ordem Mundial secular baseada na razão científica.



Conspiração Judaico-Maçônico-Comunista Mundial

 

Teorias conspiratórias afirmam que a maçonaria é uma frente judaica para a dominação mundial ou, pelo menos, é controlada pelos judeus para este objetivo. Um exemplo disto seria o famoso Os Protocolos dos Sábios de Sião, um documento publicado em 1903 que alegava uma conspiração judaico-maçônica para alcançar a dominação mundial. Já foi provado por respeitados acadêmicos internacionais como um caso claro de plágio. Responsáveis pela alimentação de histerias anti-maçônicas do século XX, os Protocolos propagaram a ideia de que um grupo influente de pessoas, o qual tem como braço a Maçonaria que pratica cabala judaica, está conspirando governar o mundo em nome de todos os judeus, porque eles acreditam ser o povo escolhido de Deus. O fato de Karl Marx ter nascido em uma família judia, mesma origem de alguns proeminentes líderes comunistas, tornou possível adicionar o movimento operário à conspiração, como participantes da mesma ideologia.


Teorias conspiratórias sobre os ataques de 11 de Setembro

 

Muitas teorias de conspiração foram apresentadas para explicar os ataques de 11 de setembro de 2001, porém as teorias que obtiveram o maior impacto são normalmente baseadas em uma das duas ideias:

    Que o governo dos Estados Unidos tinha conhecimento prévio dos ataques e deliberadamente não fez nada para impedi-los. Este grupo de teorias, portanto, apoia a existência de sequestradores islâmicos e não questiona a causa do colapso das Torres Gêmeas, mas acusa o governo de permitir deliberadamente a ocorrência dos ataques terroristas. Foi denominado LIHOP ("let it happen on purpose", "deixar que isso aconteça de propósito".

    Que foi o próprio governo dos Estados Unidos que orquestrou e executou os ataques. Este grupo de teorias questionam a causa do colapso das Torres Gêmeas, que seria uma demolição controlada. É utilizado o termo "Inside Job" (trabalho interno) para se referir aos ataques deste grupo de teorias; tem sido chamado MIHOP ("made it happen on purpose", "fez isso acontecer de propósito".

Os atentados seriam um pretexto para a "Guerra ao Terror", as guerras no Afeganistão e Iraque, o aumento da militarização, a expansão do estado policial, e outras políticas nacionais e estrangeiras intrusivas através do qual eles se beneficiariam. Proponentes apontam para o Projeto para o Novo Século Americano, uma equipe conservadora que defende a aumento da liderança mundial dos Estados Unidos, cujos membros incluem o ex-Secretário de Defesa Donald Rumsfeld, o ex-Vice Presidente Dick Cheney e várias outras figuras chave da administração George W. Bush, seja responsável pelos ataques. Os atentados de 11 de março de 2004 em Madrid e o atentado em Londres de 7 de julho de 2005 também são considerados pelos teóricos de conspiração como responsabilidade dos serviços secretos, como a CIA, sob ordens estadunidenses.



Teoria de conspiração sobre a Bíblia

 

Teorias da conspiração postulam que muito do que se sabe sobre a Bíblia, em particular o Novo Testamento, é um engano. Essas diversas teorias alegam que Jesus tinha uma esposa, Maria Madalena, e filhos, e que um grupo como o Priorado de Sião tem informações secretas sobre a linhagem de Jesus; que Jesus não morreu na cruz e que a datação por carbono do Sudário de Turim foi parte de uma conspiração do Vaticano para suprimir esse conhecimento; de que houve um movimento secreto para censurar os livros que pertenciam verdadeiramente à Bíblia; ou a teoria do mito de Cristo, proposta, por exemplo, Zeitgeist, o Filme como um meio de controle social por parte do Império Romano.


Extraterrestres




 Um setor que envolve várias teorias de conspiração é o fenômeno extraterrestre, que se tornou a base para inúmeras peças de entretenimento popular, a Área 51, a conspiração dos Greys, e alegações em torno da Base Dulce. É alegado que o governo dos Estados Unidos conspira com extraterrestres envolvido na abdução e manipulação dos cidadãos. Uma variante diz que determinadas tecnologias, nomeadamente o transistor - foi dada a indústria americana em troca de uma posição dominante ao estrangeiro. Os agentes da associação dos humanos clandestinos e líderes estrangeiros são os Homens de Preto, que silenciam aqueles que se pronunciem sobre avistamentos de UFO.

Existem alegações sobre experiências secretas conhecida como Projeto Montauk realizado em Camp Hero, Montauk, Nova York. Alegadamente, o projeto foi o desenvolvimento de uma poderosa arma guerra psicológica. O projeto está freqüentemente ligado a outros alegados projetos governamentais, como o Experimento Filadélfia e o Projeto Rainbow, que envolveu a utilização da teoria do campo unificado para encobrir navios. Experimentos envolvendo teletransporte, viagem no tempo, o contato com extraterrestres, e controle mental são freqüentemente acusados de terem sido realizados no campo.

Medicina

 

 Alguns teóricos de conspiração argumentam que a comunidade médica poderia realmente curar supostamente doenças "incuráveis" como o câncer e a Aids, se ela realmente quisesse, mas, ao invés prefere suprimir a cura, como forma de extorquir mais verbas do governo e dos doadores, bem como dos próprios pacientes. Os custos de um tratamento a longo prazo são geralmente mais elevados do que para uma cura a curto tempo. Outras conspirações alegam que as empresas farmacêuticas estão em união com alguns médicos para 'inventar' novas doenças, como a ADD, TDAH e HPV.
Criação de doenças
Existem alegações de que a AIDS é uma doença sintética (isto é, criada por cientistas em um laboratório). Algumas destas teorias afirmam que o HIV foi criado por um grupo conspiratório ou por uma agência secreta, como a CIA. Pensa-se ter sido criada como uma ferramenta de genocídio e / ou controle populacional. Outras teorias sugerem que o vírus foi criado como uma experiência de guerra biológica e / ou psicológica, e depois escapou para a população em geral por acidente. Alguns dos que acreditam que o HIV é uma criação do governo encontram um precedente no estudo sífilis de Tuskegee, no qual pesquisadores financiados pelo governo enganosamente negaram tratamento para pacientes negros infectados com uma doença sexualmente transmissível.

Tem sido alegado que a CIA deliberadamente administrou HIV aos afro-americanos e homossexuais nos anos 1970, através de vacinas contaminadas por hepatite. 16 Grupos como o New Black Panther Party e a Nation of Islam de Louis Farrakhan afirmam que isso foi parte de um plano para destruir a raça negra. Outros afirmam que foi administrado na África, como uma forma de aleijar o desenvolvimento do continente.

Houve sugestões de que o HIV ou um agente de esterilização foi adicionado às vacinas de pólio sendo distribuídas pela Organização Mundial da Saúde na Nigéria. Uma vez que estas reivindicações têm existido, um aumento significativo no número de casos de pólio no país tem ocorrido, porque os clérigos muçulmanos pediram aos pais para não permitirem que seus filhos fossem vacinados.



Mortes misteriosas

 

 





As teorias da conspiração, por vezes surgem na seqüência de assassinatos de pessoas proeminentes. Muitas vezes, tais teorias incluem provas para as reações dos indivíduos e dos organismos governamentais na seqüência dos acontecimentos, tais como a criação de comissões de conduta tendenciosa para as investigações oficiais. A questão do "Quem se beneficia?" é também freqüentemente feita, com os teóricos de conspiração afirmando que muitas vezes as motivações são muito mais intensas do que aquelas a quem é atribuído o assassinato. Algumas mortes que estão oficialmente registradas como acidente, suicídio ou de causas naturais são também objeto de algumas teorias conspiratórias devido ao seu caráter “misterioso”:


    Abraham Lincoln (vide Assassinato de Abraham Lincoln)
    Adolf Hitler (vide Morte de Adolf Hitler)
    Bruce Lee
    Brandon Lee - filho de Bruce Lee
    Clara Nunes (vide Morte de Clara Nunes)
    Celso Daniel (vide Morte de Celso Daniel)
    Elvis Presley (vide Morte de Elvis Presley)
    Francisco Sá Carneiro (vide Acidente de Camarate)
    Getúlio Vargas (vide Morte de Getúlio Vargas)
    James Dean
    Jim Morrison (vide Morte de Jim Morrison)
    João Goulart (vide Morte de João Goulart)
    João Paulo I (vide Morte do Papa João Paulo I)
    John F. Kennedy (vide Assassinato de John F. Kennedy)
    John Lennon (vide Morte de John Lennon)
    Josef Stálin (vide Morte de Josef Stalin)
    Juscelino Kubitschek (vide Morte de Juscelino Kubitschek)
    Kurt Cobain (vide Morte de Kurt Cobain)
    Maria Callas
    Marilyn Monroe (vide Morte de Marilyn Monroe)
    Michael Jackson (vide Morte de Michael Jackson)
    Napoleão Bonaparte (vide Morte de Napoleão Bonaparte)
    Osama bin Laden (vide Morte de Osama bin Laden)
    Princesa Diana (vide Morte de Diana, Princesa de Gales)
    Slobodan Milosevic
    Salvador Allende
    Tancredo Neves (vide Morte de Tancredo Neves)
    The Notorious B.I.G.
    Tupac Shakur




Ciência e Tecnologia

 






    Experimento Filadélfia - Uma tentativa de transformar um navio de guerra em invisível que alegadamente causou severos danos à tripulação a bordo. Segundo Jacques F. Vallée, o experimento foi baseado no esforço para tornar o USS Eldridge invisível para torpedos, por meio da tecnologia de desmagnetização e outros métodos.
    Projeto Montauk - uma continuação do Experimento Filadélfia, para colocar paranormais treinados pelo governo (Duncan Cameron) em um programa com a intenção de controle mental, viagem no tempo, e até mesmo manifestação mental.

    High Frequency Active Auroral Research Program - afirma-se que o HAARP poderia ser usado como arma de energia dirigida, controle de tempo, dispositivo de indução de terremoto e / ou para o controle mental.

    Aquecimento global: Muitos escritores têm reivindicado que a teoria de que o aquecimento global é causado por humanos é uma fraude deliberada, perpetrados por motivos financeiros ou ideológicos.
    Escassez de água na Europa Central e Oriental - Fraude deliberada, perpetrada para promover o Brasil, motivos de extermínio da população europeia e outros motivos financeiros e ideológicos.

    Teorias conspiratórias sobre a falsificação nas alunissagens do Programa Apollo constituem uma teoria de conspiração que afirma que as alunissagens do programa Apollo jamais ocorreram, à medida que teriam sido falsificadas pela NASA; o desembarque na lua teria sido "encenado" em um estúdio cinematográfico em Hollywood.

    Mensagens subliminares e backmasking: Diversas celebridades (cantores, bandas de rock, etc.), estúdios cinematográficos e empresas são acusadas de incluírem mensagens subliminares em suas músicas, filmes, desenhos animados, logotipos e propagandas, que geralmente contém pornografia e fazem apologia da violência, do consumo de drogas, do suicídio, das atividades criminais, etc. Cristãos fundamentalistas apontam mensagens que envolvem o satanismo. Segundo teorias de conspiração toda mensagem subliminar tem um determinado grau de persuasão, e pode vir a influenciar tanto as vontades (fazendo por exemplo, uma pessoa sentir vontade de beber ou comer algo), como até mesmo a personalidade ou gostos pessoais de alguém (mudando o seu comportamento, por exemplo).


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...