quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Terror debaixo da terra: NASA anuncia a maior ameaça ao nosso planeta


A Grande Fonte Prismática no Parque nacional de Yellowstone, Wyoming, EUA

Cientistas da NASA asseguraram que a erupção de supervulcões representa a maior ameaça para a humanidade, sendo muito mais aterrorizante do que choque de um asteroide com nosso planeta.
Atualmente, especialistas sabem que há pelo menos 20 supervulcões na Terra; e uma grande erupção ocorre aproximadamente a cada 100 mil anos, o que é responsável por uma mudança climática radical.

Descoberto planeta infernal com céu de 'titânio'


O exoplaneta WASP-18b é parecido com o WASP-19b do grupo dos assim chamados júpiteres quentes


Astrônomos europeus descobriram um exoplaneta completamente extraordinário, pois sua atmosfera possui nuvens penduradas.

As nuvens são compostas por óxido de titânio — mais potente gás estufa que é capaz de aquecer suas camadas altas a temperaturas infernais.
"A presença do óxido de titânio na atmosfera do WASP-19b afeta de maneira absolutamente incomum as temperaturas e os movimentos dos fluxos de ar nele", declarou Ryan MacDonald da Universidade de Cambridge (Grã-Bretanha) em artigo publicado na revista Nature.
Muito foi descoberto quanto ao estudo dos chamados júpiteres quentes — planetas extrassolares maiores e mais fáceis de serem observados. No entanto, as temperaturas de suas atmosferas são realmente infernais. Para ter uma noção, trata-se de 725 a 2.225 graus Celsius.
No exoplaneta WASP-19b, a temperatura atual supera os 2.000 graus, um ano dura 19 horas e o céu é feito de titânio
Além disso, os astrônomos descobriram nos céus destes planetas nuvens exóticas de chumbo, de vidro e chuvas de pedras preciosas.
De acordo com os autores do artigo, os cientistas suspeitavam há muito que tais júpiteres quentes, além das altas temperaturas de sua atmosfera, possuíssem uma estratosfera ainda mais quente.
Segundo MacDonald, recentemente foi encontrado mais um tipo de exoplaneta: mais quente na parte de fora e mais frio na parte de dentro, parecido com a estratosfera da Terra. Sendo assim, os cientistas lançaram a teoria de que a atmosfera dos "júpiteres quentes" possa ser aquecida por algum efeito estufa extremamente forte.
Ao analisar a composição química do WASP-19b, revelou-se que é um planeta bastante exótico e muito quente, cuja temperatura atinge 1.726 graus Celsius.
A análise realizada pela equipe de cientistas comprova a capacidade de observar outros planetas longínquos e até mesmo de analisar sua composição química através de telescópios espaciais instalados na Terra. Mais um passo foi dado na busca por planetas habitáveis, vale ressaltar.

domingo, 29 de janeiro de 2017

A outra face de Eike Batista de bilionário a gangster




A Polícia do Brasil tentou prender o homem de negócios Eike Batista, cumpriu mandato de busca e apreensão em sua residência, mas seu advogado informou que ele está fora do país.
A agência Bloomberg conta que o ex-bilionário Eike Batista está sendo procurado pela Polícia do Brasil em caso de propina.  Eike Batista se tornou um dos principais alvos de uma investigação policial sobre lavagem de dinheiro no estado do Rio de Janeiro. 
Forbes descreve como "humilhante" o caso de Eike Batista e ressalta que ele perdeu o título de homem mais rico do Brasil quando os preços das ações caíram em cinco de suas seis participações em bolsa. O maior acidente ocorreu com a empresa de OGX Petroleo e Gas: O valor de sua participação de 61% foi de US $ 3,7 bilhões em meados de fevereiro, ante quase US $ 19,9 bilhões no ano anterior. No total, nos últimos 12 meses, os ativos de Batista perderam quase dois terços de seu valor,tornando se bilionário com a maior queda no patrimônio líquido.
O homem que foi "o mais rico do Brasil, agora é procurado pela polícia". O tabloide estaca sua participação no maior esquema de corrupção da América Latina e ele perdeu no último ano vários bilhões de dólares. 
Em 2011, Batista foi listado pela revista Forbes como a oitava pessoa mais rica do mundo. Em 2013, sua fortuna havia desmoronado em meio a dívidas em suas várias empresas do setor de energia.
A polícia federal estava trabalhando com a Interpol para localizar Eike Batista, que poderia estar em Nova York

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Donald Trump processado por violar a Constituição dos EUA


Fotografia:  EPA/Mark Lyons

Os especialistas invocam uma cláusula da lei que impede membros eleitos de receber pagamentos de governos estrangeiros.

Um grupo de peritos legais, incluindo constitucionalistas e antigos advogados do departamento de ética da Casa Branca, vai abrir um processo contra Donald Trump, avança o New York Times. Em causa está a alegada violação da Constituição dos Estados Unidos por parte do novo presidente. Os especialistas invocam uma cláusula da lei que impede membros eleitos de receber pagamentos de governos estrangeiros. 

O processo está a ser movido pelo grupo Citizens for Responsability and Ethics in Washington (Cidadãos pela Responsabilidade e Ética em Washington), que acusa o presidente de receber esses pagamentos nos vários negócios de que é proprietário, como a sua cadeia de hotéis. O processo alega que o sucessor de Barack Obama na Casa Branca mantém negócios com países como a China, Índia, Filipinas ou Indonésia. “Quando o presidente Trump se sentar para negociar acordos de comércio com estes países, o povo americano não terá forma de saber se ele também está a pensar nos negócios do empresário Trump”, sublinha o grupo num comunicado. “Não queríamos chegar a este ponto. Tínhamos esperança que o presidente Trump faria o que fosse necessário para não violar a Constituição antes de tomar posse, mas ele não fez nada. As violações constitucionais são sérias e por isso somos obrigados a tomar medidas legais”, declarou um dos representantes do grupo, Noah Bookbinder, ao New York Times. Os representantes legais de Donald Trump já remeteram o processo para uma firma de advogados. 

Trump leva americanos a temer a Rússia e europeus a III Guerra Mundial


Imagem relacionada


Sondagem diz que há mais norte-americanos a considerar os russos uma ameaça. Só três em dez europeus consideram fraco o risco de um novo conflito mundial com o republicano

A chegada de Donald Trump à Casa Branca está a deixar europeus e norte-americanos preocupados com o futuro. Se para os primeiros o risco de uma III Guerra Mundial é elevado, para os segundos a Rússia representa cada vez mais uma ameaça. O presidente eleito, que é a favor de uma relação mais produtiva com Moscovo, admitiu numa entrevista ao Wall Street Journal que vai manter "pelo menos por um período de tempo" as sanções impostas pelos EUA à Rússia. Contudo, se os russos colaborarem na guerra contra o terrorismo e noutros objetivos importantes para Washington, então não há razão para estas continuarem.

Segundo uma sondagem Reuters-Ipsos, divulgada na sexta-feira, os norte-americanos estão hoje mais preocupados com a questão russa do que estavam em março de 2015. 82% dos norte-americanos descreveram Moscovo como uma "ameaça" para os EUA - 25% consideram que essa ameaça é iminente -, mais seis pontos percentuais do que há quase dois anos. Só a Coreia do Norte foi considerada uma maior ameaça para mais norte--americanos (86%) do que a Rússia.

A sondagem foi feita entre 9 e 12 de janeiro a 1169 norte-americanos (margem de erro de três pontos percentuais), já depois de revelado o dossiê sobre as alegadas ligações de Trump a Moscovo. Este inclui ainda a revelação de que a Rússia teria supostas provas comprometedoras contra o presidente eleito, que poderia usar para o chantagear. Trump apelidou de "notícias falsas" o conteúdo do dossiê, com o Kremlin a negar a existência de tais provas.

Trump disse que está preparado para se encontrar com o presidente russo, Vladimir Putin, depois da tomada de posse, a 20 de janeiro. "Se nos dermos bem e a Rússia nos estiver a ajudar, porque é que manteríamos sanções se alguém estiver a fazer coisas mesmo boas?", questionou o republicano na entrevista ao Wall Street Journal. Os líderes da Comissão de Informação no Senado vão questionar membros da futura administração sobre as relações com Moscovo, ao abrigo do inquérito sobre a pirataria informática durante a campanha.

O presidente eleito falou também da política da "China única" (segundo a qual os EUA não reconhecem Taiwan), dizendo que "tudo está em negociação". Os chineses já tinham criticado o republicano por ter falado ao telefone com a presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen. Trump disse no passado que, quanto tomasse posse, iria acusar a China de manipular a moeda. Na entrevista disse que não o fará logo no primeiro dia. "Falarei com eles primeiro", afirmou, repetindo, contudo, que eles são manipuladores. "As nossas empresas não podem competir com eles porque a nossa moeda é forte e isso está a matar-nos." O Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês respondeu dizendo que a política da "China única" não é negociável e é a base das relações entre Pequim e Washington.

Segundo o IV Barómetro da Cambridge University Press, divulgado em Espanha, 36% dos europeus consideram que a eleição de Trump aumenta "muito" ou "bastante" o risco de uma nova guerra mundial. Só 30% acreditam que o risco é "pouco" ou "nenhum". As questões em relação ao presidente eleito foram feitas a 600 pessoas (cem por país - Espanha, Reino Unido, Alemanha, França, Dinamarca e Itália). Seis em cada dez inquiridos consideram negativa a eleição, com mais de metade a acreditar que afetará a NATO, a economia mundial e o meio ambiente. Para 58%, a ida do republicano para a Casa Branca vai afetar a estabilidade global.

Se nas casas de apostas britânicas já é possível pôr dinheiro num eventual impeachment (destituição) de Trump, nos jornais norte-americanos a expressão também aparece. David Brooks, colunista do The New York Times, escreveu sobre a "era pós-Trump", alegando que "o tipo vai provavelmente demitir-se ou ser alvo de uma destituição no espaço de um ano". Já em novembro, o professor Allan Lichtman (um dos poucos que previram a vitória de Trump) disse ao The Washington Post que este "será eventualmente destituído por um Congresso republicano que prefere um presidente Mike Pence, alguém em quem o establishment republicano confia".

Para já, são os democratas que lhe estão a virar as costas, com pelo menos 12 congressistas a anunciar que vão boicotar a tomada de posse. Um deles é o afro-americano John Lewis, da Georgia, que considera que Trump não é um presidente "legítimo". Este respondeu no Twitter que Lewis "devia passar mais tempo a consertar e a ajudar o seu distrito, que está numa forma horrível e a cair aos pedaços (e infestado pelo crime), em vez de reclamar falsamente sobre os resultados das eleições. Só fala, fala, fala e não apresenta resultados. Triste".

Fonte:http://www.dn.pt/mundo/interior/trump-leva-americanos-a-temer-a-russia-e-europeus-a-iii-guerra-mundial-5605989.html


NASA: Lost Civilization May Exist Beneath Antarctica



Resultado de imagem para NASA: Lost Civilization May Exist Beneath Antarctica


Photo’s released by NASA appear to vindicate the conspiracy theory that an ancient civilization exists beneath the Antarctica ice sheets.

The huge icy continent is thought to have once been home to the Lost City of Atlantis over 12,000 years ago, when large parts of Antartica were ice-free.
Photo’s released earlier this year from NASA appear to verify these claims, as images taken by NASA’s Operation IceBridge mission show what internet detectives claim to be a “lost underground city”.
Google Earth images also show a pyramid poking out of the ice, which some experts claim is further evidence of an ancient city.
Daily Star reports:
Professor Charles A Hapgood, a history expert from the US, first published a paper in the 1950s that said movement in the Earth’s crust meant that only 11,600 years ago large parts of Antarctica were totally ice free.

He said evidence of this was in the 500-year-old Piri Reis map – a world map drawn up by the Ottoman admiral of the same name.

A number of scholars who have examined the map claim it clearly shows the west coast of Africa, the east coast of South America and the northern coast of Antarctica – but not covered in sheet ice.
US Air Force Lt. Colonel Harold Z Ohlmeyer sent a letter in 1960 to Professor Hapgood saying his theory on the Piri Reis map was correct.
He wrote: “The geographical detail shown in the lower part of the map agrees very remarkably with the results of the seismic profile made across the top of the ice-cap by the Swedish-British Antarctic Expedition of 1949.
“This indicates the coastline had been mapped before it was covered by the ice-cap. This part of Antarctica [is] ice free.
“The ice-cap in this region is now about a mile thick.”
Conspiracists now think Hapgood was right and he discovered that much of the south pole was ice free – and also the location of The Lost City of Atlantis.
The existence of this mythical utopia was first mentioned in the writings by ancient Greek philosopher Plato in 360 BC.
The Atlantis that Plato described was founded by people who were half god and half human around 9,000 years before his own time.
If it did exist, this would be at a similar time that Professor Hapgood said shifts had occurred in the Earth’s crust.
And just a month ago further proof of an Antarctica Atlantis emerged in the form of pictures what appears to be huge pyramids jutting out of its ice.
The astounding photos showed structures that bear an uncanny resemblance to the pyramids of Giza, which were built thousands of years ago by the ancient Egyptians.
Could all of this mean one of the world’s greatest mysteries is about to be unlocked?

UMA TEORIA DA CONSPIRAÇÃO SOBRE TEORIAS DA CONSPIRAÇÃO


Resultado de imagem para theory conspiracy

Uma das coisas engraçadas sobre teorias da conspiração, incluindo ataques de bandeira falsa, é quantas vezes eles são comprovados para ser verdade . Você tem que saber quanto tempo o slam de indignação, "That's a conspiracy theory", vai continuar trabalhando.
Mas esse não é o meu ponto para hoje. Hoje, eu quero introduzir uma teoria de conspiração de minha própria, uma teoria de conspiração sobre teorias de conspiração. Aqui está:
Os poderes que ser - a elite, o Estado profundo, quem - quer teorias conspiratórias selvagens para se espalhar. Porque depois que estas teorias selvagens ajustaram o "medidor da indignação" muito elevado, podem começar afastado com quase qualquer coisa abaixo dessa linha.
Em outras palavras, as teorias selvagens garantir que o "eu vou agir se eu ver que" gatilho nunca é alcançado e Joe Média permanece dócil, mesmo quando ele é progressivamente abusadas.
Espero não ter dado ideias de pessoas nefastas, mas acho que isso já está acontecendo. E, em qualquer caso, estou bastante certo de que vale a pena apontar.

Uma segunda teoria

Há uma segunda razão para os senhores do status quo amar as teorias da conspiração, que é que tais teorias tornam fácil desacreditar idéias problemáticas.
Por exemplo, sabemos agora - obrigado novamente, Edward Snowden - que agentes do governo estão se infiltrando sites para semear medo, incerteza e dúvida, bem como para destruir reputações.
Então, ao invés de apenas retirar a manipulação usual para desacreditar uma idéia problemática ("teoria da conspiração!"), Por que não amarrá-la a alguma porcaria racista realmente desagradável?
Muitas pessoas evitaram discussões sobre o Federal Reserve, por exemplo, porque os trolls ligados às discussões demonizam os judeus. Desgostoso com o anti-semitismo, as pessoas se afastam de todo o assunto, e o golpe bancário central permanece inquestionável.
Há razões abertas que os conselhos de comentários são superados com os trolls ódio-spewing, e não é que as pessoas profundamente iludidas compõem que muito da população em geral. (Embora eles existam, e eles gostam de vomitar sua sujeira.)
Então, esta é minha segunda teoria da conspiração:
Os trolls repugnantes são pagos para promover certas ideias ... idéias que a elite quer eliminar.
E hoje em dia, trolls pagos não são sequer necessários; Robôs de inteligência artificial pode realizar o trabalho muito bem e pode até mesmo responder a contadores.

Posso provar isso?

Não inteiramente, não. E eu não vou gastar centenas de horas rastreando evidências. Esse não é meu trabalho; Eu não sou um jornalista investigativo. (Nem mais ninguém está nesses dias, mas isso é um ponto separado.)
Ainda assim, os links que eu inseri acima provam muito do que estou escrevendo, eo resto terá que permanecer minhas próprias teorias pessoais ... e eu estou muito bem com isso. As pessoas podem levá-los ou deixá-los como quiserem.

O Outro Problema

Além de tudo coberto acima, o outro problema com as teorias de conspiração é que eles são muito esperançoso. Sim, esperançoso .
A implicação enterrada nas teorias da conspiração é que o mundo está sendo controlado. Seja controlado pelos Illuminati, pelos judeus, pelos maçons ou por quem quer que seja, há um estranho tipo de conforto na idéia de que o mundo é controlável.
O pensamento reconfortante é como este:
O mundo está sendo controlado por pessoas más. Então, se pudermos nos livrar deles, o controle reverterá para as pessoas boas, e as coisas vão ser ótimas novamente.
Este pensamento é falso. O mundo não é controlado por um único grupo de pessoas. Pelo contrário, é uma confusão grande e caótica. Sim, os estadistas profundos, os banqueiros centrais, e assim por diante manipulam muitas coisas, mas eles lutam infinitamente e muitas vezes fracassam. Considere apenas dois exemplos recentes:
  • Se fossem tão espertos, esses grupos não teriam permitido que a internet saltasse para o cenário no início da década de 1990.
  • Se fossem tão potentes, teriam matado Bitcoin assim que ele surgisse.
A verdade é que eles não são tão espertos, e eles não são todos-poderosos. Na verdade, eles têm poder apenas na medida em que enganam as pessoas para servi-las. E isso não é um arranjo de ferro.

Assim…

Presumindo que tudo acima é verdade, o que faremos sobre isso?
Meu primeiro pensamento é que devemos nos ater aos fatos, não imaginação. Eu suspeito que, por exemplo, que a construção de 7 no World Trade Center foi propositadamente trazido para baixo, mas eu não sei isso. Minhas suspeitas não tornam isso verdade. Além disso, não vale a pena ficar obcecado com . Existem dezenas de coisas mais importantes para investir com tempo e energia - como na verdade construir um mundo melhor.
Eu não consigo pensar em uma teoria de conspiração única que vale a pena majoring upon. Aliens em Roswell ou o assassinato de Kennedy podem ser especulações divertidas - e eu adoraria saber a verdade honesta de Deus sobre ambos - mas eles simplesmente não são tão importantes.
Em vez disso, devemos estar ocupados construindo um mundo melhor , ignorando as instituições de abuso que dominam a vida no Ocidente.

Fonte: Eduardo Borges

Putin ordena combater alertas como parcelas da CIA para assassinar Trump


Trunfo


Enquanto as intrigas da mídia tradicional com uma história falaciosa e traiçoeiro sobre o presidente eleito Donald Trump , milhares de tanques norte-americanos, veículos blindados e soldados continuam a derramar em Europa por hora.

A história criada por uma empresa de segurança pertencente a um ex-agente britânico MI6 retrata Trump como um agente duplo duplo russo sexualmente desviante chantagem.
Um relatório perturbador do Serviço de Inteligência Externa (SVR) da Federação da Rússia adverte de uma trama pela profunda de Estado dos EUA para assassinar o presidente eleito Trump, a culpa do incidente sobre a Rússia e, em seguida, permitir que o presidente Obama para continuar no poder sob " regra de lei marcial . "
Um verdadeiramente triste e mau agouro Ministério da Defesa (MoD) relatório que circula nos estados hoje Kremlin de que a ativação de ontem súbita de centenas de sistemas de defesa aérea S-400 para combater o estado de alerta foi devido ao Presidente Putin receber um " aviso sério " a partir do Foreign Intelligence serviço (SVR) afirmando que " estado profundo elementos" dentro dos Estados Unidos se preparavam para assassinar o presidente eleito Donald Trump, a fim de impedi-lo de tomar o poder em 20 de janeiro e que os EUA Agência Central de inteligência (CIA) depois, então, culpar Sobre a Rússia e causar uma guerra.Trunfo
Coincidindo com o SVR alertando que a Rússia estava sendo configurada pela CIA a ser responsabilizado quando o presidente eleito Trump é assassinado, esta observa o relatório, o presidente Putin, de igual modo, recebeu um relatório de inteligência de alto nível do ex-porta-voz da defesa alemã Willy Wimmer que afirmou que " existe uma rede de resistência contra o Presidente (Trump), que será no escritório no dia 20 de janeiro ... eo que está acontecendo em Washington soa como o início de uma guerra civil " -thus causando Putin para emitir esta ordem sepultura guerra e O Ministério da Defesa a declarar severamente:
"Os esquadrões de combate SAM das forças aeroespaciais da Região de Moscou puseram em serviço o novo sistema de mísseis de defesa aérea S-400 Triumph e passaram a serviço de combate para a defesa aérea de Moscou e da região industrial central da Rússia".
Juntando tanto o SVR eo porta-voz alemão Wimmer da defesa sobre como verdadeiramente grave e perigoso a situação nos Estados Unidos se tornou agora, este relatório continua, é o prêmio Pulitzer ganhando global inteligência escritor e analista Glenn Greenwald e que há poucas horas publicou um assustador artigo intitulado o Estado profundo Goes to War com o presidente eleito, Usando Não confirmado reivindicações, como democratas elogio onde ele adverte que o "American Estado profundo " " está agora envolvido em guerra aberta contra o eleito e já amplamente detestado presidente eleito, Donald Trump. "
Com top jornalista alemão Dr. Udo Ulfkotte ter previamente avisado de que " toda a grande mídia escreve sob pressão direta CIA ", detalhado neste relatório, este americano " Estado profundo organização de inteligência", começou sua operação para assassinar o presidente eleito Trump esta semana pelo seu vazamento a sua tradicional propaganda " notícias falsas " media um completamente falso documento alegando que Americas próximo líder era um " fantoche russo " sob o controle do presidente Putin.

Postagens mais antigas → Página inicial
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...